Extrato INSS Já Está Disponível para Consulta com Valor Ajustado

O beneficiário do INSS que for conferir o extrato INSS do seu seguro a partir da segunda já terá, em seus resultados, os valores de sua folha de pagamento reajustados de acordo com a tabela INSS. Como ela foi fechada no dia 17 de janeiro o seu valor já estará condizente com as novas determinações, publicadas no Diário Oficial da União do dia 10.

 

Valor do aumento INSS

O aumento, de 6,78 %, aumentará o valor do benefício INSS de R$ 724 para os atuais R$ 937, com a data de pagamento foi programado para a segunda-feira de janeiro (27/1).

Estes valores são para quem recebe o benefício no valor de um salário mínimo. Para quem recebe acima deste valor, o reajuste foi calculado de acordo com o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que em 2013 registrou alta de 5,56%.

Extrato INSS - Previdência SocialPara consultar o extrato INSS com os valores atualizados, o titular da conta pode optar por ir até a agência da previdência onde está cadastrado ou então recorrer ao site do INSS (www.inss.gov.br), acessar a opção “Extrato de Pagamento” na coluna “Serviços ao cidadão”. Para isso, ele deverá informar o número do benefício, o nome completo, CPF e data de nascimento.

Para os beneficiários que recebem até R$ 724, pagamento do primeiro mês será realizado entre os dias 27/1 e 7/2, sendo o primeiro dia para portadores do cartão final 1, o segundo para o final dois até o último dia, para final 0. Quem recebe mais do que esse valor recebe entre os dias 3 e 7, sendo o primeiro dia para os cartões de final 1 e 6, o segundo para final 3 e 7, até o último dia para cartões de final 5 e 0.

Lembrando que aposentados acima de 65 também recolhem o Imposto de Renda neste benefício, mas apenas se receber acima de R$ 3575,54. Quem tem menos de 65 anos e recebe mais de R$ 1787,77 por mês também está sujeita à cobrança, que só não será feita se o valor do imposto for menor do que R$ 10.

Extrato INSS está disponível para a declaração do Imposto de Renda

Declaração de imposto de renda INSSAtravés do site da Previdência Social ou terminais de atendimento bancário, os 31,6 milhões de beneficiários, incluindo os isentos, podem consultar o extrato INSS de rendimento (ano base 2013) para a Declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física (DIRPF) e também imprimir em casa o demonstrativo. Poderão retirar o comprovante nos terminais de autoatendimento do banco pagador do seu benefício, os beneficiários de rendimento mensal ou superior a R$ 1.710,78, caso não o tenham recebido até o dia 28/02 em sua residência.

A partir de 1º de março o extrato pode ser retirado  nas Agências da Previdência Social (APS) ou eletronicamente (www5.dataprev.gov.br/) e, para os dois casos, o segurado deverá informar o ano base (no caso 2013), o número do benefício INSS, a data de nascimento, o nome do beneficiário e o CPF.

O segurado que nunca teve uma senha de acesso, o comprovante será direto, após o preenchimento das informações acima citadas. Caso já possua senha registrada, deverá usá-la. Aos que esqueceram a senha, deverão procurar a Agência da Previdência Social para cadastrar nova senha.

A Central 135 estará disponível para o segurado requerer o extrato INSS de rendimento, caso não tenha conseguido. O demonstrativo, que sere como comprovante de renda, ficará disponível na internet para todos os beneficiários do Regime Geral de Previdência Social RGPS).

Até o dia 30 de abril serão aceitas, pela Receita Federal do Brasil (RFB), as declarações das pessoas físicas que são obrigadas a apresentá-las. Passada essa data de vencimento, pagarão multa pelo atraso na entrega.

Aos que não são obrigados a apresentar a declaração, não há cobrança de multa.